Como no casamento, não somos de nós mesmos

Como no casamento, não somos de nós mesmos

foto por: Foto Pettine em Unsplash

Paulo instruindo sobre o casamento, afirma na sua primeira carta aos Coríntios, no capítulo sete, versículos três e quatro:

“O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever como esposa. A esposa não manda no seu próprio corpo; quem manda é o seu marido. Assim também o marido não manda no seu próprio corpo; quem manda é a sua esposa.” (1Coríntios 7.3–4, NTLHE).

Assim como no casamento, onde dois se tornam um e agora, cada um não é dono de si mesmo, mas pertence ao outro e deve viver em favor do outro, pois de dois se forma um só corpo. Assim, também é na Igreja, no corpo de Cristo. Nós não pertencemos a nós mesmos, mas somos do Senhor, pois fomos comprados por um preço muito alto, inseridos no Seu corpo, como membros dele, unidos uns aos outros, não pertencemos a nós mesmos, mas ao Senhor para sermos oferta para todo o Corpo em favor do mundo, para que possam conhecer o Pai e a Sua vontade.

Assim como no casamento, não vivemos mais para nós mesmos, mas para o outro, para que possam conhecer ao nosso Deus. Somos de Deus, Sua oferta em favor do mundo, por isso, não se trata de nossa vontade e desejos, mas de expressarmos Cristo por meio de nossas vidas.

Ouça as reflexões no agregador de podcast de sua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE PODCAST