O destino selado

foto por: Joshua Woroniecki em Pixabay

Em Atos, no capítulo vinte e três, versículo onze, logo depois de testemunhar em Jerusalém e diante do Sinédrio, Paulo estava preso e o Senhor lhe aparece e fala:

“ Na noite seguinte o Senhor Jesus apareceu a Paulo e disse: — Tenha coragem, Paulo! Você falou a meu respeito aqui em Jerusalém e vai falar também em Roma.” (Atos dos Apóstolos 23.11, NTLHE).

Paulo já alimentava o desejo de ir a Roma, talvez não para fazer o que o Senhor estava planejando, mas agora ele tinha certeza que iria a Roma testemunhar às pessoas sobre o reino de Deus.

Todo o processo de Deus ocorre desta maneira, não da forma que queremos na maioria das vezes, mas, como Ele vai nos empurrando para que façamos algo muito mais grandioso que o que tínhamos pensado ou imaginado. Talvez Paulo não tenha imaginado que iria testemunhar perante o Sinédrio e nem levado a sério quando no seu chamado foi lhe dito que testemunharia perante reis e governadores.

Não podemos ter dúvidas da vontade de Deus, pois quando nos submetemos, Ele nos conduz na jornada que nos chamou para realizar.