Pronto para ser oferta

Pronto para ser oferta

foto por: Annette Meyer em Pixabay

Em Atos, capítulo vinte e um, do versículo treze ao quatorze, podemos ler:

“Mas ele respondeu: — Por que vocês choram assim e me deixam tão triste? Eu estou pronto não somente para ser amarrado, mas até para morrer em Jerusalém pela causa do Senhor Jesus. E não conseguimos convencê-lo a não ir. Então desistimos e dissemos: — Que seja feita a vontade do Senhor!” (Atos dos Apóstolos 21.13–14, NTLHE).

Esta é a reflexão que devemos fazer: o quanto estamos prontos para morrer pelo evangelho para que as pessoas possam conhecer o Pai e a Sua vontade? Precisamos conhecer o Pai, Sua vontade, as Escrituras e sobre o que ela fala e o quanto nos fala ao coração sobre a necessidade de conhecer, com base em experiências e não só conhecimento pelo conhecimento.

Seremos oferta, quando entendermos o que o nosso Deus fez em nosso favor, o que Cristo fez por nós, Sua oferta para que que pudéssemos conhecer o Pai.

Estaremos prontos para ser oferta somente quando buscarmos de todo o coração o conhecimento do Pai, da Sua vontade de forma prática e pragmática, desenvolvendo relações que O revelam.