Por que queremos por Deus a prova?

Por que queremos por Deus a prova?

foto por: Jasmin_Völker_Fotografie em Pixabay

Em Atos, quando discutiam se deveria o não-judeu ser submetido à circuncisão ou não, Pedro afirma no capítulo quinze, do versículo sete ao onze:

“…E Deus, que conhece o coração de todos, mostrou que aceita os não-judeus, pois deu o Espírito Santo também a eles, assim como tinha dado a nós. Deus não fez nenhuma diferença entre nós e eles; ele perdoou os pecados deles porque eles creram. Então por que é que vocês estão querendo pôr Deus à prova, colocando uma carga nas costas dos que agora estão crendo? E essa carga nem nós nem os nossos antepassados pudemos carregar. Pelo contrário, por meio da graça do Senhor Jesus, nós, judeus, cremos e somos salvos do mesmo modo que os não-judeus.” (Atos dos Apóstolos 15.7–11, NTLHE).

Muitas vezes queremos fazer o mesmo que os judeus estavam fazendo nessa época. A salvação está vinculada a realizar alguma obra ou a obedecer a certos mandamentos, mas não se trata disso. É muito claro que a salvação da nossa alma é pela graça, mediante a fé em Cristo e não pelas obras ou por mandamentos que possamos obedecer.

Colocamos Deus a prova quando queremos impor às pessoas regras e condições para a sua salvação, e não trazemos o entendimento que é pela graça e tendo-a recebido, precisamos viver neste mundo como Cristo, revelando o Pai ao mundo.