Exemplo de ensino

foto por: Nicolas Bichon em Unsplash

Precisamos compreender que a nossa maturidade não é uma opção, mas a única alternativa para as nossas vidas segundo o processo de Deus, pois temos que caminhar para sermos expressão de Cristo, e isto depende do compromisso com o Pai e a Sua vontade, para que sejamos influenciadores e modelos para as outras pessoas de maneira que possam conhecê-Lo.

Paulo instruindo a Tito em sua carta, no capítulo dois, versículos sete e oito, afirma: “Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência, linguagem sadia e irrepreensível, para que o adversário seja envergonhado, não tendo indignidade nenhuma que dizer a nosso respeito.” (Tito 2.7–8, BEARA).

Enquanto não compreendermos que o Reino se trata de vivermos a vontade de Deus, sendo espirituais, vivendo neste mundo de maneira a nos empenharmos para sermos humanos, ajudando as pessoas, ofertando a nossa vida para que haja o Seu conhecimento, definindo um padrão de comportamento e atitude nos relacionamentos que traduzem a Sua justiça, viveremos de forma religiosa, achando que isto O agrada. Ser padrão de boas obras, não é uma opção, é o destino de todos aqueles compromissados com o Pai e a Sua vontade.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s