Nem sempre os milagres são de Deus!

foto por: Joel Holland em Unsplash

Fazer milagres e realizar curas não quer dizer que são provenientes de Deus e nem que tem algo a ver com Ele, pois até o Diabo pode fazer isso, como está em Apocalipse sobre a besta que surgirá e que exercerá autoridade sobre os homens, realizará curas e operará milagres.

Podemos ler sobre isso em Apocalipse, capítulo treze, do versículo doze ao quatorze:  “Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada. Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu;” (Apocalipse 13.12–14, BEARA).

Não podemos nos deixar enganar, pois se há o operar de milagres e o realizar de curas, não quer dizer que é de Deus, pois o próprio Cristo falou sobre isso durante o tempo que andou com os Seus discípulos.  A vida com Deus não se trata só de milagres, mas de expressarmos Cristo ao mundo, de revelá-Lo em nossas ações e de glorificarmos o Seu nome pelas obras que realizamos. Podemos afirmar que uma pessoa é de Deus quando ela vive neste mundo como Ele, revelando as Suas virtudes e realizando as Suas obras e não quando opera milagres e curas.

Anúncios