O reino de Deus está próximo

foto por: Nathan Anderson em Unsplash

Talvez não tenhamos percebido da maneira que devemos, mas o reino está próximo, mais próximo que imaginamos ou pensamos. Não se trata de nossa religiosidade, do que possamos fazer para alcançar ou agradar a Deus com o intuito de sermos abençoados ou salvos, mas de entendermos que o evangelho fala de Deus entre nós, do arrependimento e de nos submetermos à Sua vontade, vivendo o dia a dia de maneira a revelarmos Ele ao mundo como Cristo fez.

Jesus testemunhando, no evangelho de Marcos, capítulo um, versículo quinze afirma: “dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho.” (Marcos 1.15, BEARA).

Do que Ele está falando? Que o tempo de fazer conhecida a vontade de Deus chegou. Chegou o tempo de conhecer as boas novas, conhecer a Sua vontade na plenitude de entendimento. Cristo veio para nos reconciliar, para revelar o Pai, para fazê-Lo conhecido não na perspectiva de lei, mas segundo a graça que há muito é revelada por meio das Escrituras e não compreendida. Cristo é a expressão visível do Deus invisível, Ele é a materialização da graça, o manifestar e cumprir da justiça do Pai.

Ele não só fez o Pai conhecido, como fez de Si mesmo a oferta para que, cumprindo a justiça, pudéssemos receber da Sua vida e sermos unidos com Eles (Pai e Filho), por meio do Espírito, para revelá-Lo ao mundo, materializando, no nosso dia a dia a graça e sendo expressão visível Dele diante de todos; por isso o evangelho fala de arrependimento, de crer nas boas novas anunciadas entre as pessoas.

Somos responsáveis, na nossa caminhada, no nosso dia a dia, no nosso viver, de revelarmos, pregarmos sobre ele, manifestarmos o Reino, por isso, Ele está mais próximo do que possamos pensar, pois somos a expressão do Seu Reino no mundo.

Introdução ao Evangelho

Reflexão do dia (áudio)

Anúncios