O proteger de Deus

O proteger de Deus

foto por: Duc Viet Hoang  em Unsplash

João usa figura de linguagem para escrever o livro de revelações sobre coisas que estavam acontecendo e iriam acontecer, a igreja estava sendo perseguida e um dos aspectos que ele menciona é sobre isso e que precisamos estar certos de que Deus assegura que tudo irá acontece segundo a Sua vontade.

Quanto a perseguição da igreja, ele menciona em Apocalipse, capítulo doze, do versículo quinze ao dezoito: “Então o dragão lançou água da sua boca, como se fosse um rio, atrás da mulher, para que ela fosse arrastada pelas águas. Mas a terra ajudou a mulher, pois a própria terra abriu a boca e engoliu a água que tinha saído da boca do dragão. O dragão ficou furioso com a mulher e foi combater contra o resto dos descendentes dela, isto é, aqueles que obedecem aos mandamentos de Deus e são fiéis à verdade revelada por Jesus. E o dragão ficou de pé na praia.” (Apocalipse 12.15–18, NTLHE).

Precisamos entender uma coisa que Deus não se preocupa em proteger o individuo, pois durante as perseguições aos Seus filhos muitos morrem como testemunhas de sua fé e neste ato revelando o Pai, mas Ele guarda e protege a igreja, preservando e assegurando que o Seu plano seja cumprido.

Passamos por tribulações, lutas, muitas vidas se perdem no processo quanto a perspectiva humana, mas no que tange a realidade espiritual tudo anda conforme a soberana vontade de Deus e inclusive o Diabo somente faz o que é permitido pelo Pai. O importante é entendermos que precisamos e temos que ser fieis à verdade, honrando e glorificando o Pai, que Ele está nos guardando e pode até nos levar para estar com Ele, mas que precisamos aprender a fazer da nossa vida uma oferta em favor das pessoas para que O conheçam, inclusive os nossos carrascos.

Anúncios