A oferta de Cristo para a nossa salvação

A oferta de Cristo para a nossa salvação eterna

foto por:  Joe Yates em Unsplash

O autor da carta aos hebreus, capítulo nove, versículos onze e doze, fala sobre Cristo ser o sumo sacerdote e que é o Seu sangue oferecido que nos concede a salvação eterna, como podemos ler:

Mas Cristo veio como o Grande Sacerdote das coisas boas que já estão aqui. A Tenda em que ele serve é melhor e mais perfeita e não foi construída por seres humanos, isto é, não é deste mundo. Quando Cristo veio e entrou, uma vez por todas, no Lugar Santíssimo, ele não levou consigo sangue de bodes ou de bezerros para oferecer como sacrifício. Pelo contrário, ele ofereceu o seu próprio sangue e conseguiu para nós a salvação eterna.” (Hebreus 9.11–12, NTLHE).

A nossa salvação não depende do nosso esforço e sacrifícios, mas, de compreendermos que Cristo se colocou em nosso lugar, se fez oferta, o Seu sangue foi vertido e apresentado diante de Deus, para que pudéssemos receber a salvação eterna. Somos agraciados com essa salvação, quando compreendemos que Ele fez isso por nós e nos submetemos a Ele, reconhecendo-O como Senhor e Salvador.

Não há nada que possamos fazer para termos o perdão do pecado e a salvação, não há de nossa parte sacrifício ou oferta, mas o que temos que entender é que precisamos nos submeter a Ele, reconhecendo-O como o único capaz de nos salvar e nos conduzir à vontade do Pai. E tendo o entendimento que recebemos pela graça, devemos como Ele, aprender pela obediência a nos submeter ao Pai, amadurecendo para que Ele seja visto em nós.

O que Cristo fez por nós, o Seu sangue vertido é que nos assegura a salvação eterna e não os nossos sacrifícios e ofertas que possamos pensar em fazer.