Não terminamos a carreira

Não terminamos a carreira

foto por: Vlad Bagacian em Unsplash

Paulo instruindo aos Filipenses, em sua carta, no capítulo três, do versículo doze ao quatorze, afirma:

Não estou querendo dizer que já consegui tudo o que quero ou que já fiquei perfeito, mas continuo a correr para conquistar o prêmio, pois para isso já fui conquistado por Cristo Jesus. É claro, irmãos, que eu não penso que já consegui isso. Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente. Corro direto para a linha de chegada a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus.” (Filipenses 3.12–14, NTLHE).

Uma coisa precisamos entender: Que o compromisso e a dedicação a Deus, não tem nada a ver com a perfeição, pois Ele nos chama para nos comprometermos com  o Seu reino, Sua vontade e para sermos expressão de Cristo, revelando as virtudes e manifestando os valores eternos. À medida que caminhamos, podemos tropeçar, mas temos que continuar a jornada rumo a maturidade, à plena estatura de Cristo para que o Pai seja glorificado por meio de nossas vidas.

Quando escolhemos continuar a viver segundo o pensamento natural, buscando os nossos interesses e sonhos, estamos afirmando que não estamos comprometidos com Deus.

A vida cristã não é sobre perfeição, mas, de corrermos a carreira proposta; não se trata de terminar, mas de vivermos comprometidos com a vontade de Deus, com o Seu querer, e buscarmos a maturidade e expressão de Cristo por meio de nossas vidas para que Ele seja glorificado em nós.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST