Por que nos preocupamos com o que não é importante?

Por que preocupamos com o que não é importante?

foto por: Marek Piwnicki em Unsplash

Jesus ensinando a Pedro sobre o que é importante e a sua responsabilidade, no capítulo vinte e um, do versículo vinte ao vinte e dois, questiona a Jesus sobre o tipo de morte que ele teria:

“Então Pedro virou para trás e viu que o discípulo que Jesus amava vinha atrás dele. Este era o mesmo que estava ao lado de Jesus durante o jantar da Páscoa e que havia chegado para mais perto dele e perguntado: “Senhor, quem é o traidor?” Quando Pedro viu aquele discípulo, perguntou a Jesus: — O que diz, Senhor, a respeito deste aqui? Jesus respondeu: — Se eu quiser que ele viva até que eu volte, o que é que você tem com isso? Venha comigo!” (João 21.20–22, NTLHE).

Pedro sido tinha chamado para o processo de amadurecimento e Jesus tinha lhe falado sobre o tipo de morte que teria. Agora qual foi a preocupação dele? Com o tipo de morte que João iria ter. Isto era importante no contexto? Claro que não. Por isso Jesus responde como acima e deixa claro que ele deveria se preocupar com o seu processo de amadurecimento e o dos outros, pois tinha sido chamado para cuidar das ovelhas e não com tipo de morte ou qualquer outra coisa insignificante para o processo importante de Deus.

Não podemos focar no que não é importante, no que não seja a edificação e o cuidar do rebanho de Deus. Como filhos, precisamos amadurecer para podermos desempenhar o nosso papel com zelo e com compromisso quanto a vontade do Pai.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST