Tratando dos próprios interesses

Tratando dos próprios interesses

foto por: Mammiya em Pixabay

Paulo argumentando com os irmãos de Corinto sobre as reuniões e o tomar da ceia, afirma na sua primeira carta, no capítulo onze, versículos vinte e vinte e um:

“Quando vocês se reúnem, não é a Ceia do Senhor que vocês comem. Pois, na hora de comer, cada um trata de tomar a sua própria refeição. E assim, enquanto uns ficam com fome, outros chegam até a ficar bêbados.” (1Coríntios 11.20–21, NTLHE).

Por que nos reunimos? Para celebrarmos um serviço a Deus? Para cumprirmos a nossa obrigação religiosa e termos a consciência tranquila de que estamos fazendo tudo para agradá-Lo? São estas questões que precisamos pensar.

Não se trata dos nossos interesses e nem de cuidarmos dos nossos assuntos, mas de termos a consciência de que somos membros do Corpo de Cristo e temos que revelar que somos parte da vida uns dos outros e que temos o entendimento de como proceder no meio da família, sendo servos e ajudando-nos mutuamente no crescimento para revelar Cristo ao mundo.

Enquanto acharmos que as nossas reuniões são para prestarmos um serviço a Deus, um culto a Ele, não desenvolveremos a consciência e o entendimento que somos Corpo, família e que não se trata dos nossos interesses somente, mas também, do outro.

Ouça completo em um agregador de tua preferência:
CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE PODCAST