Pensar no bem de todos

Todas as nossas ações, palavras, atitudes, fazer ou não fazer as coisas devem estar vinculadas a reflexão do impacto na vida das pessoas e o quanto as edificam ou mesmo destroem a sua fé.

Somos responsáveis uns pelos outros. Precisamos cuidar do fraco na fé e ajudá-lo em sua jornada de crescimento, amadurecimento e expressão do pai.