Os maus desejos

Os maus desejos

foto por: congerdesign em Pixabay

No evangelho de Marcos, no capítulo sete, do versículo vinte a vinte e três, lemos:

“ Ele continuou: — O que sai da pessoa é o que a faz ficar impura. Porque é de dentro, do coração, que vêm os maus pensamentos, a imoralidade sexual, os roubos, os crimes de morte, os adultérios, a avareza, as maldades, as mentiras, as imoralidades, a inveja, a calúnia, o orgulho e o falar e agir sem pensar nas conseqüências. Tudo isso vem de dentro e faz com que as pessoas fiquem impuras.” (Marcos 7.20–23, NTLHE).

Somos e devemos ser guardados do mal que está em nós. Quando oramos o Pai Nosso para nos guardar do mal, é sobre ele que estamos nos referindo. Daquele que está em nós e podemos usá-lo contras as pessoas. Não se trata do que os outros podem ou fazem contra nós, mas a nossa reação, pode causar mal ao outro.

Em Cristo, como nova criatura, mortos para a natureza humana, chamados para viver segundo o novo coração, não somos mais escravos do pecado e nem de nossos desejos naturais, mas tendo sido libertos, devemos viver como Cristo, revelando as virtudes de Deus não a nossa impureza.

Não podemos nos deixar ser dominados pelos maus desejos, pois fomos libertos para vivermos como Cristo, revelando o Pai ao mundo.

Ouça completo no SPOTFY, ou nas plataformas: DEEZER, GOOGLE PODCAST ou CASTBOX