Continuamos a insistir em regras de aparência

Somos tão religiosos que não entendemos que não se trata de regras que tratam da aparência, mas de uma consciência transformada que aceita por fé a obra que Deus realizou e vive segundo o que Ele fala.