Cuidar de nós mesmos e do rebanho do Senhor

Cuidar de nós mesmos e do rebanho do Senhor

foto por: Günther Schneider em Pixabay

Em Atos, Paulo diante da igreja de Éfeso, afirma no capítulo vinte, do versículo vinte e oito ao trinta:

Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho que o Espírito Santo entregou aos seus cuidados, como pastores da Igreja de Deus, que ele comprou por meio do sangue do seu próprio Filho. Pois eu sei que, depois que eu for, aparecerão lobos ferozes no meio de vocês e eles não terão pena do rebanho. E chegará o tempo em que alguns de vocês contarão mentiras, procurando levar os irmãos para o seu lado.” (Atos dos Apóstolos 20.28–30, NTLHE).

Nada do que Paulo afirmou a esses irmãos deixou de ocorrer, nem deixou de ser realidade e mesmo em nossos dias, tantos anos depois, pois ainda não entendemos o nosso papel e responsabilidade nos processos de Deus e não deixamos de manipular as pessoas trazendo-as para o nosso lado para termos seguidores.

Não somos chamados para cuidar de nós e nem dos nossos interesses, muito menos para termos seguidores, somos responsáveis por cuidar do rebanho de Deus e assegurar que não caiamos na tentação e nem nos deixemos ser dominados pelo mal que está em nós, mas devemos estar atentos e vigilantes para não cairmos nas ciladas do Diabo.

Somos chamados para cuidar do rebanho de Deus, andando de forma atenta e vigilante para não cedermos à tentação dos nossos interesses, mas, instrumentos para edificação da Igreja do Senhor que foi comprada pelo sangue de Cristo.