O anúncio do que sobreviria

O anúncio do que sobreviria

foto por: Wolfgang Hasselmann em Unsplash

 

Jesus instruindo aos Seus discípulos, em Mateus, capítulo vinte e seis, versículo dois, fala sobre a Sua crucificação:

“— Vocês sabem que daqui a dois dias vai ser comemorada a Festa da Páscoa, e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado.” (Mateus 26.2, NTLHE).

Como imitadores de Cristo precisamos aprender com Ele, pois mesmo sabendo que a própria vida seria oferta, consciente de todo o sofrimento pelo qual passaria, não fugiu do compromisso com o Pai de fazer a Sua vontade.

Temos que aprender que, talvez não passemos pelo mesmo tipo de sacrifício, mas que entre nós e aqueles que ainda não O conhecem, o Pai não nos poupará, mas seremos oferta em favor de todo aquele que precisa conhecê-Lo, por isso, não podemos deixar de testemunhar, expressando as Suas virtudes em todo o tempo, lugar e para todas as pessoas.

Somos, como Cristo, a oferta de Deus em favor do mundo, para que as pessoas possam ter a oportunidade de conhecer a Sua vontade, pois o Pai deseja que todos sejam salvos e não que permaneçam nas trevas.