Temos sido religiosos

Não se trata de aparência a nossa vida, nem de representação, mas expressão de nosso Deus, por isso, precisamos compreender quem somos, rejeitarmos as obras das trevas e caminhamos para a maturidade para expressarmos Cristo.