A quem temos entregue o que temos?

Precisamos compreender que o que temos recebido, precisamos entregar, mas a quem temos entregue? Aos nosso prazeres ou andamos segundo a justiça de Deus repartindo com que necessita?