Submissão a vontade de Deus

https://soundcloud.com/caminhar-na-graca/a-submissao-a-vontade-de-deus

foto por: Ralph Bolliger em Unsplash

Precisamos amadurecer de maneira que não ajamos como crianças, como meninos na fé, mas, como pessoas maduras que revelam e manifestam a vontade do Pai, sendo como Cristo, submissos a essa vontade e que revelemos a mesma atitude de José, pois mesmo não concordando, segundo o entendimento que tinha, se submeteu ao que era a vontade de Deus.

Podemos ler sobre isso em Mateus, capítulo um, nos versículos vinte e quatro e vinte e cinco: “Despertado José do sono, fez como lhe ordenara o anjo do Senhor e recebeu sua mulher. Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Jesus.” (Mateus 1.24–25, BEARA).

Temos José, Abraão e tantos outros testemunhos de obediência à vontade de Deus, pois podem não compreender “o como”, mas estão dispostos a sacrificar o próprio entendimento em favor de um ato de fé que expressa e revela a confiança no Criador.

Precisamos, como pessoas maduras, crescer na fé, entendendo que ela se trata de conhecimento das palavras proferidas pelo Senhor e um ato de confiança, decorrente de conhecê-Lo, Sua vontade e promessas.

Somos, dia a dia, forjados para crescermos e revelarmos, por meio do nosso papel no corpo e no mundo, a plena vontade do Pai, sendo expressão das Suas virtudes entre as pessoas, revelando obras que O glorificam.

 

Anúncios