Não seguir a multidão

Não seguir a multidão

foto por: Christopher Burns em Unsplash

Quando nos falta entendimento sobre a vontade de Deus, agimos segundo a própria consciência e por não entendermos, somos movidos juntos com a multidão,  isto, porque um pequeno grupo incita e reagimos da mesma maneira, muitas vezes não compreendendo as decisões que tomamos ou pelo que estamos clamando. Assim foi com a crucificação de Jesus, pois a multidão somente respondeu ao que os religiosos instigaram que fizessem.

Podemos ler sobre esta situação em Lucas, capítulo vinte e três, versículos vinte e quatro e vinte e cinco: “Então, Pilatos decidiu atender-lhes o pedido. Soltou aquele que estava encarcerado por causa da sedição e do homicídio, a quem eles pediam; e, quanto a Jesus, entregou-o à vontade deles.” (Lucas 23.24–25, BEARA).

E nós? Como temos agido e reagido diante das situações que vivemos, nos posicionamentos que tomamos? Temos feito o que nos falam para fazer? Ou temos buscado a vontade de Deus andando zelosamente na expressão da Sua vontade?

Esta é uma questão muito importante para nós. Deus não quer pessoas que não pensam, que não tenham entendimento, mas que possam ouvir, julgar e agir segundo as Escrituras. Temos toda a condição para conhecê-Lo e a Sua vontade e agirmos segundo ela. Se nos falta sabedoria, devemos somente pedir, se nos falta conhecimento, devemos ser zelosos na leitura da Palavra, fazendo isso com reverência e temor, sabendo que é o Espírito que nos conduz.

Tendo todo esse entendimento, não podemos nos entregar e vivermos segundo o que nos falam para fazer, mas o que temos aprendido de Deus e confirmado por aqueles que nos cercam.

Anúncios