A confiança no Senhor e a vida

foto por: Aliko Sunawang em Unsplash

Não existe maneira de termos vida eterna e plena que não vivendo de forma a expressarmos a nossa confiança no Senhor e na submissão à Sua vontade. Não tem como dizermos que conhecemos o Senhor se não andarmos no Seu querer. A verdadeira vida está em sermos imitadores de Cristo, fazendo da nossa vida a oferta que agrada ao Pai em favor dos outros.

No evangelho de João, capítulo três, versículos trinta e cinco e trinta e seis, podemos ler: “O Pai ama ao Filho, e todas as coisas tem confiado às suas mãos. Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.” (João 3.35–36, BEARA).

Não se trata de discutir sobre a questão, pois se trata de viver conforme o Filho, pois quem crê Nele anda segundo a Sua vontade, fazendo as Suas obras. E temos que entender que Cristo recebeu tudo do Pai e tudo Ele nos entrega, para que nós como família, possamos revelar o Pai ao mundo, pois Ele nos concede, por meio do Espírito, dons para a edificação do Corpo para revelá-Lo ao mundo.

Temos que entender que a vida cristã se trata de uma jornada à maturidade e que a expressão do ato de crer se dá pela maneira como vivemos e andamos neste mundo. Não tem como afirmarmos que cremos e não buscamos e vivemos a Sua vontade.

Anúncios