Filhos pelo poder de Deus

foto por: Edward Cisneros em Unsplash

Fomos feitos filhos de Deus, pelo Seu poder, não pelo nosso empenho e esforço e não dependeu de nossa vontade, mas única e exclusivamente Dele que nos chamou. Todo o que Nele crê e se sujeita à Sua vontade, tem da Sua vida e foi feito filho de Deus.

No evangelho de João, no capítulo um, do versículo onze ao treze, podemos ler sobre isso: “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” (João 1.11–13, BEARA).

O que precisamos entender? Não depende de nossa vontade, mas de Deus. Não depende do nosso esforço, mas do que Ele fez em  nosso favor. Não depende do que podemos fazer e nem de que obras realizar, mas de crermos que Ele é o filho de Deus e a Ele nos submetemos, reconhecendo-O como Senhor e Salvador.

Nos submetermos a Cristo implica em rejeitarmos as coisas deste mundo, negarmos a nós mesmos e nossos desejos e vivermos segundo a vontade do Pai. Ser discípulo implica em tomarmos a nossa cruz e seguirmos o modelo de Cristo. O Seu modelo envolve, abrir mão da própria vontade, se submeter à vontade do Pai, fazer da própria vida a oferta para que outros possam conhecê-Lo. Assim como Ele fez, devemos nós fazer para que o Pai seja visto em nós.

Anúncios