Como podemos ser pedra de tropeço?

foto por: Andy Mai em Unsplash

Nosso papel é revelar o Reino, manifestar Cristo neste mundo, sermos luz, instrumentos de expressão do Pai e da Sua vontade, por isso, temos que entender que fomos chamados para sermos santos, isto é, separados para Deus, para realizarmos a Sua obra, sermos Sua expressão neste mundo, agirmos como Ele diante das pessoas, e ensiná-las a viverem da mesma maneira. Quando falamos Dele e Sua vontade, mas vivemos de forma contrária, estamos sendo pedra de tropeço na vida das pessoas.

Jesus falou com relação a isso em Marcos capítulo nove, nos versículos quarenta e dois e quarenta e três: “E quem fizer tropeçar a um destes pequeninos crentes, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho,e fosse lançado no mar. E, se tua mão te faz tropeçar, corta-a; pois é melhor entrares maneta na vida do que, tendo as duas mãos, ires para o inferno, para o fogo inextinguível” (Marcos 9.42–43, BEARA).

Temos que compreender que somos pedra de tropeço quando, conhecendo a vontade de Deus não andamos conforme essa vontade, mas em nossos próprios desejos e na expressão da nossa vontade. Somos chamados para sermos expressão da vontade de Deus neste mundo e para ensinarmos as pessoas a viverem da mesma maneira.

Viver o reino é entendermos que em todo o tempo, em todo o lugar, temos que revelar o Pai ao mundo, agindo como Ele com as pessoas, como fez Cristo que é o nosso exemplo e modelo a seguir. Que possamos compreender isso e nos submetermos a Sua vontade.

Anúncios