A promessa

foto por: Caterina Beleffi em Unsplash

Nós como seres humanos, como pessoas, independente da época, do avanço da tecnologia, estamos mais preocupados com o resultado e com o seu alcançar do que com o Plano de Deus, Suas promessas e o processo a realizar.

Não foi diferente com Abraão e não é diferente conosco. Estevão, diante do Sinédrio, começa a expor o plano de Deus e em Atos no capítulo sete, do versículo dois ao seis, ele fala sobre a questão da promessa feita: “Estêvão respondeu: Varões irmãos e pais, ouvi. O Deus da glória apareceu a Abraão, nosso pai, quando estava na Mesopotâmia, antes de habitar em Harã, e lhe disse: Sai da tua terra e da tua parentela e vem para a terra que eu te mostrarei. Então, saiu da terra dos caldeus e foi habitar em Harã. E dali, com a morte de seu pai, Deus o trouxe para esta terra em que vós agora habitais. Nela, não lhe deu herança, nem sequer o espaço de um pé; mas prometeu dar-lhe a posse dela e, depois dele, à sua descendência, não tendo ele filho. E falou Deus que a sua descendência seria peregrina em terra estrangeira, onde seriam escravizados e maltratados por quatrocentos anos;” (Atos dos Apóstolos 7.2-6, BEARA).

Abraão viveu mais de cem anos, assim como seus filhos e depois a descendência deles para que a promessa fossa cumprida. Deus a fez e a reforçou, inclusive o chamou de “pai de muitas nações” não tendo ele filhos e sendo a sua mulher estéril. Claro que ele tentou resolver o problema para Deus arrumando um descendente por parte da serva de sua mulher.

Precisamos olhar as promessas, a vontade de Deus, o Seu querer para as nossas vidas não como algo que podemos expressar de um dia para outro. Deus não está preocupado com o resultado, pois este está assegurado pela obra de Cristo, o que temos que entender é que Ele deseja que passemos pelos processos, que aprendamos e compreendamos a motivação que nos conduz a fazer as coisas. A sua vontade é que O conheçamos, que sejamos Seus imitadores, que ajamos como Ele, revelando Sua glória ao mundo e ensinemos outros a fazerem o mesmo.

Anúncios