Vendo o invisível

foto por: Nitish Meena em Unsplash

Precisamos ver o invisível, conhecer Deus, pois sem o conhecimento Dele jamais viveremos na plenitude da Sua vontade e na expressão da verdadeira vida que Ele planejou para nós, como não colocaremos o nosso coração integralmente no centro da vontade do Pai e do Seu plano para nós.

Moisés é um exemplo claro com relação a conhecer este Deus e a abrir mão do que poderia ser honra e glória neste mundo. Temos que aprender com ele sobre onde colocar o coração, mas isto somente é possível quando nos empenhamos em conhecer ao Pai e a Sua vontade.

Podemos ler sobre Moisés, em Hebreus, no capítulo onze, do versículo vinte e quatro ao vinte e seis: “Pela fé, Moisés, quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado; porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, porque contemplava o galardão.” (Hebreus 11.24–26, BEARA).

O que de fato temos visto? O quanto compreendemos a vontade e o plano de Deus para nossas vidas? Onde temos colocado o nosso coração? Quais são as prioridades e os sonhos que temos?

Se temos colocado o nosso coração em alcançar as coisas desta vida, em obter glória e reconhecimento das pessoas, certamente não experimentaremos do plano e da vontade de Deus. Precisamos nos empenhar em conhecê-Lo e a ofertarmos nossas vidas no realizar dessa vontade para que Ele seja conhecido neste mundo.

É o nosso propósito de vida revela-Lo e a manifestar da Sua vida, como ensinar outros a viverem da mesma maneira, mas para isso, precisamos enxergar os valores eternos e a vermos o invisível.

Anúncios