Intrepidez para estar no santo lugar

foto por: Annie Spratt em Unsplash

Temos um privilégio que não compreendemos por causa de nossa religiosidade, pois andamos segundo o pensamento natural e não conforme as promessas, isto é por fé, pois se compreendêssemos a obra de Cristo na cruz  em nosso favor, que nos permite entrarmos e estarmos na presença do Pai, não viveríamos na mediocridade de vida que normalmente temos.

Precisamos confiar nas palavras do Senhor e nas Suas promessas e o autor da carta aos Hebreus fala sobre esta questão no capítulo dez, versículo dezenove até o vinte e dois: “Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura.” (Hebreus 10.19–22, BEARA). Por que podemos ter esta certeza? Por um simples motivo: quem fez a promessa é fiel, como podemos ler no versículo vinte e três: “Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.” (Hebreus 10.23, BEARA).

Quando temos a consciência de que estamos na presença de Deus e que como pedras vivas do templo que Ele está construindo e que habita em nós, entendemos que temos que transformar nossa maneira de viver, que não pode mais ser segundo o pensamento natural, mas temos que ser Sua expressão neste mundo, temos que ser Seus imitadores e sermos expressão viva da Sua graça diante das pessoas. Mais que isto, precisamos entender que não se trata somente de revelar, mas, ensinar isso a outros para que possam conhecer da vontade do Pai e assim, ensinar outros e mais outros.

Anúncios