Intrepidez para entrar no santo dos santos

Intrepidez para entrar no Santo dos Santos

foto por: Jonatan Pie em Unsplash

O acesso à presença do Pai não é algo que merecemos, e nem é resultante de esforço que possamos realizar para alcançar, mas é decorrente da vontade de Deus, o Seu operar em nosso favor, da obra que Cristo realizou e aceitamos por fé. A nossa intrepidez está no fato de aceitarmos por fé o que Cristo fez, a certeza que somos purificados por causa da Sua obra e estamos na presença do Pai porque Cristo se fez oferta por nós e em nosso lugar.

Podemos ler sobre isso em Hebreus, capítulo dez, do versículo dezenove ao vinte e três: “Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura. Guardemos firmes a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.” (Hebreus 10.19–23, BEARA).

Cristo em Sua obra em nosso favor, na oferta que realizou por nós, é fiel para cumprir as promessas proferidas. Devemos nos aproximar com um coração sincero, com plena certeza de fé, confiança nas promessas, pois só assim, cientes que estamos e vivemos na presença de Deus, que fomos aceitos por causa de Cristo, então, entenderemos que não podemos viver de forma diferente. Temos, como Cristo, o papel de revelar o Pai ao mundo. Somente O revelamos se santificamos o procedimento, se os nossos atos e palavras revelam Deus às pessoas.

Que possamos entender com intrepidez e revelação de fé, permanecermos na presença de Deus, santificando os nossos atos para que Cristo seja revelado ao mundo.

Anúncios