Vestir da nova natureza

tim-marshall-131065

foto por: Tim Marshall em Unsplash

Devemos como filhos de Deus, abandonarmos as velhas práticas segundo o pensamento natural, precisamos deixar a natureza humana e a busca de nossos interesses egoístas e temos que nos revestir da nova natureza, a criada por Deus e que nos faz semelhantes a Ele para que vivamos uma vida que glorifique o Seu nome.

Paulo, na carta aos Efésios, capítulo quatro, do versículo vinte e dois ao vinte quatro fala sobre isso: “Portanto, abandonem a velha natureza de vocês, que fazia com que vocês vivessem uma vida de pecados e que estava sendo destruída pelos seus desejos enganosos. É preciso que o coração e a mente de vocês sejam completamente renovadosVistam-se com a nova natureza, criada por Deus, que é parecida com a sua própria natureza e que se mostra na vida verdadeira, a qual é correta e dedicada a ele.” (Efésios 4.22–24, NTLHE).

Por isso, não podemos mais mentir (v. 25), podemos ficar com raiva, mas a ira não pode nos dominar (v. 26 e 27), devemos trabalhar (v. 28), não fazer mal aos outros e sim, usar palavras que edificam e fazem o bem (v. 29), não entristecer o Espírito (v. 30), abandonar toda amargura, ódio e raiva, gritarias, insultos e maldades (v. 31). Devemos ser bons e atenciosos, perdoarmos uns aos outros (v. 32).

É assim que vivemos em novidade de vida, é assim que revelamos Deus por meio de nossos relacionamentos, é assim que cumprimos a vontade do Pai e manifestamos as obras que O glorificam. Viver o Reino não se trata de religiosidade, nem de um serviço para agradá-Lo e alcançar a Sua proteção, mas de revelarmos as Suas virtudes.

Quando escolhemos viver segundo a obra que Deus fez em nós por meio de Cristo, nós estamos nos ofertando para cumprir a vontade Dele e revelá-Lo ao mundo, como expressão da Sua graça e misericórdia, fazendo assim, estamos nos vestindo da nova natureza.

Anúncios