A dimensão da alegria do ser em Deus

foto por: David Siglin on Unsplash

Quando compreendemos a vontade de Deus, entendemos a Sua perspectiva, conforme a Sua sabedoria e compreendemos que em tudo, independente do que possa ser, devemos oferecer a nossa vida em favor das pessoas para que conheçam as boas novas e nesta jornada, revelar a alegria de pertencer ao Reino, mesmo que seja nas dificuldades.

Paulo fala sobre a sua alegria, mesmo diante das lutas, podemos ler sobre isso em sua segunda carta aos Coríntios no capítulo doze, versículo dez: “Eu me alegro também com as fraquezas, os insultos, os sofrimentos, as perseguições e as dificuldades pelos quais passo por causa de Cristo. Porque, quando perco toda a minha força, então tenho a força de Cristo em mim.” (2Coríntios 12.10, NTLHE).

A verdadeira vida está no entendimento que vivemos por causa de Cristo, que o nosso chamado é revela-Lo ao mundo, sermos Seus imitadores e assim como Ele, mesmo diante de traições, dificuldades, lutas, sofrimentos e insultos, glorificarmos o Pai e revelamos o reino.

Temos que entender que a alegria está no entendimento de quem somos Nele, da Sua plenitude em nossa vida e não nas coisas que temos e alcançamos, mas, no deixar o Seu poder se revelar por meio das obras que realizamos, em especial no entendimento da oferta que fazemos em favor das pessoas para que conheçam o Pai.

Anúncios