A vinda do Senhor é certa!

Como vivemos por fé e dependemos das promessas contidas em Suas palavras, não temos alternativas em não crer no que Ele fala e tem revelado a nós. E uma das Suas promessas é que voltaria. Precisamos vigiar, estarmos atentos e vivermos como filhos que foram resgatados por um preço muito alto e que honram o Seu nome.

Como Ele virá? Podemos ler sobre o que Jesus falou em Marcos, no capítulo treze, no versículo vinte e seis: “ Então o Filho do Homem aparecerá descendo nas nuvens, com grande poder e glória.” (Marcos 13.26, NTLHE). E complementa dizendo o que fará na Sua vinda, como está no versículo vinte e sete: “Ele mandará os anjos aos quatro cantos da terra e reunirá os escolhidos de Deus de um lado do mundo até o outro.” (Marcos 13.27, NTLHE).

Que certeza podemos ter disto? Quando será? Isto Ele fala nos versículos trinta e um e trinta e dois: “O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre. E Jesus terminou, dizendo: — Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em que tudo isso vai acontecer, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas somente o Pai.” (Marcos 13.31–32, NTLHE). Se Sua vinda é certa, então como devemos viver neste mundo? Isto Ele afirma no versículo trinta e três: “Vigiem e fiquem alertas, pois vocês não sabem quando chegará a hora.” (Marcos 13.33, NTLHE).

Por isso, temos que vigiar que significa viver o reino de Deus na plenitude da Sua vontade, no dia a dia, para não sermos pegos de surpresa, como Ele afirma nos versículos trinta e cinco e trinta e seis: “Então vigiem, pois vocês não sabem quando o dono da casa vai voltar; se será à tarde, ou à meia-noite, ou de madrugada, ou de manhã. Se ele chegar de repente, que não encontre vocês dormindo!” (Marcos 13.35–36, NTLHE).

Temos que compreender que somos cidadãos do Reino, temos e precisamos viver segundo o Seu coração e vontade e que mesmo que pareça que Ele demore, o Seu intuito é que todos O conheçam, por isso nós como filhos, precisamos revelar a compaixão, vivermos fazendo de nossas vidas uma oferta para que as pessoas O conheçam. Quando assim escolhemos viver, estamos atentos e vigilantes, pois expressamos o Reino entre os homens, proclamando as virtudes Daquele que nos resgatou.

foto: Luke Chesser

Anúncios