Não entendemos o servir

Queremos ser os primeiros, sermos reconhecidos e honrados pelos outros, mas não queremos pagar o preço, não queremos o sacrifício, somente as benesses, os lucros e os aplausos, mas não entendemos que no cristianismo, o significado de servir a Cristo, de ser um seguidor, a única coisa que precisamos fazer é nos colocar por último e servirmos a todos, entendendo que somente no serviço que cumprimos é que vivemos a vontade de Deus, pois é através do servir é que exercemos a compaixão e O revelamos ao mundo por meio das Suas virtudes.

Jesus falou da questão de servir e podemos ler sobre isso em Marcos no capítulo nove, no versículo trinta e cinco: “Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse: — Se alguém quer ser o primeiro, deve ficar em último lugar e servir a todos.” (Marcos 9.35, NTLHE).

Quando servimos, oferecendo nossas vidas em favor dos outros é que revelamos Deus, é que exercermos o nosso chamado, sendo sal nesta terra e luz neste mundo, por isso, quanto a sermos úteis, a sermos verdadeiros cristãos, não podemos esquecer de quem somos e do que devemos fazer de nossas vidas, como Jesus ensinou no versículo cinquenta: “O sal é uma coisa útil; mas, se perder o gosto, como é que vocês poderão lhe dar gosto de novo? Tenham sal em vocês mesmos e vivam em paz uns com os outros.” (Marcos 9.50, NTLHE).

Nunca seremos os primeiros no reino de Deus se não servirmos, se não entendermos que temos que ser os últimos, fazendo de nossas vidas uma oferta. Não podemos ter a expectativa de sermos reconhecidos, não nos aplaudirão, mas com toda a certeza, estaremos fazendo e vivendo a vontade de Deus, revelando quem Ele é e o que fez por nós, assim como Cristo.

foto: André Robillard

Anúncios