Orgulhar do que fazemos em Cristo

Nos orgulhamos do serviço que fazemos para Deus, primeiro porque fazemos na dependência e no poder do Espírito Santo e depois porque fazemos por termos sido habilitados por Ele para levar o evangelho, anunciar as boas novas e fazer o Seu nome conhecido não só em palavras, mas sobretudo em ações que proclamam e revelam a Sua justiça, amor e misericórdia por meio de nossas vidas para que as pessoas possam conhece-Lo, pois entendemos que somos Seus representantes e Sua expressão neste mundo.

Paulo, na carta aos Romanos, no capítulo quinze, no versículo dezessete fala sobre isso: “Portanto, por estar unido com Cristo Jesus, posso me orgulhar do serviço que faço para Deus.” (Romanos 15.17, NTLHE). No dezoito e dezenove ele completa: “Eu me atreverei a falar somente do que Cristo tem feito por meio de mim a fim de levar os não-judeus a obedecerem a Deus. E isso tem sido feito por meio de palavras e de ações, pelo poder de sinais e milagres e pelo poder do Espírito de Deus. Assim, viajando desde Jerusalém até a província da Ilíria, tenho anunciado de modo completo o evangelho a respeito de Cristo.” (Romanos 15.18–19, NTLHE).

Quando nos submetemos à vontade de Deus, nos oferecendo como um sacrifício vivo, uma oferta em favor das pessoas para lhes anunciar que o Seu Reino é chegado entre os homens, não só em palavras, mas também em ações que O revelam neste mundo, podemos nos orgulhar do que Ele faz por meio de nossas vidas, por termos aprendido a depender,  pois somente fazendo assim é que prestamos o verdadeiro culto, o culto realizado com entendimento espiritual e que revela o Pai neste mundo.

Anúncios