O poder da palavra em nossa vida

Tendo recebido de Deus a salvação, a reconciliação com Ele, pela graça, por meio da fé em Cristo Jesus, tendo o entendimento que somos feitos filhos, que recebemos da natureza e vida de Deus, não temos outra maneira que não seja desenvolver a nossa salvação, caminhando rumo à maturidade e a plenitude de Cristo, a Sua expressão por meio da nossa vida e o que Ele usa para trabalhar, para mostrar e revelar as nossas motivações, desejos, e a nos conduzir a viver como filhos é a Sua palavra.

O autor de Hebreus, no capítulo quatro, do versículo onze ao treze fala sobre o poder da palavra em nossa vida, como podemos ler: “Portanto, façamos tudo para receber esse descanso, e assim nenhum de nós deixará de recebê-lo, como aconteceu com aquelas pessoas, por terem se revoltado. Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas. Não há nada que se possa esconder de Deus. Em toda a criação, tudo está descoberto e aberto diante dos seus olhos, e é a ele que todos nós teremos de prestar contas. ” (Hebreus 4:11-13, NTLH).

Vivemos o descanso que Deus prometeu quando nos submetemos à Sua palavra e andamos neste mundo como filhos, rejeitando todo o pensamento e desejos segundo a natureza humana e nos submetemos à divina, revelando as Suas virtudes. Para revela-las, precisamos compreender que temos que santificar o procedimento, e que isto significa que desenvolvemos a nossa salvação com o propósito de revelar o Filho por meio das nossas ações.

A palavra é que nos conduz no processo de transformação de entendimento, compreensão da vontade e da natureza de Deus. Ela trabalha as nossas motivações e nos traz entendimento para que possamos aprender a viver por fé e a nos submeter a Sua vontade, como filhos, sendo expressão de Cristo neste mundo. Por tudo isso, precisamos compreender a importância da leitura, pois se não fizermos, não conheceremos a vontade do Pai.

Anúncios