Olhando na perspectiva equivocada

Olhando na perspectiva equivocada

foto por: Frankie Lopez em Unsplash

Jesus, depois de ter dito aos discípulos que eles deveriam alimentar a multidão, isto no evangelho de Mateus, capítulo quatorze, versículo dezessete, podemos ler sobre o que eles falaram ao Senhor:

“Eles disseram: — Só temos aqui cinco pães e dois peixes.” (Mateus 14.17, NTLHE).

A questão eram os cinco pães e os dois peixes? Por que não entendemos o poder de Deus e o que Ele pode fazer e continuamos, como os discípulos, sempre olhando na perspectiva da impossibilidade e não no Seu operar, conduzindo-nos na jornada de maturidade, crescimento e compreensão do Seu querer.

Não se trata do que podemos fazer para alcançar a multidão e alimentá-la, da nossa capacidade, dos recursos, mas do que Ele deseja fazer e do entendimento de quem somos neste processo para revelar a Sua glória ao mundo, para que a Sua vontade se cumpra, conduzindo as pessoas ao Seu conhecimento.

Não podemos olhar as coisas na perspectiva equivocada, achar que com o que temos, podemos ou não cumprir a vontade de Deus, mas devemos fixar os nossos olhos no que Ele deseja, nos disponibilizar para sermos o instrumento que Ele precisa.