No que permanecer?

foto por: Priscilla Du Preez em Unsplash

Paulo instruindo a Timóteo em sua segunda carta, no capítulo três, do versículo quatorze ao dezessete, afirma:

Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” (2Timóteo 3.14–17, RA).

A base de nossas vidas são as Escrituras Sagradas. Guiados pelo Espírito Santo, compreendemos a nossa dependência em viver de forma sábia, andando por fé e conhecendo o nosso Deus e Pai que nos conduz à maturidade, revelando o Seu reino neste mundo. Somos chamados à prática das boas obras, para revelarmos a justiça e equidade, como imitadores de nosso Deus, demonstrando em tudo que fizermos, atos que glorificam o Seu nome. Temos que entender que para não cair no engano de pessoas inescrupulosas, precisamos conhecer as Escrituras e julgar tudo à sua luz para que possamos rejeitar ensinos que são de demônios e que não procedem de um coração sincero diante do Senhor.

Temos que entender que devemos e precisamos permanecer nas Escrituras Sagradas, julgando tudo à luz da verdade para não cairmos no engano e nem mesmo sermos instrumentos do diabo, proclamando mensagens que nada têm a ver com a vontade de Deus. Somente a conhecendo é que nos conduziremos a um viver que agrada e revela o nosso Deus ao mundo.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX,SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE