Um coração longe de Deus

Jesus ensinando em uma conversa com os fariseus, afirma no capítulo sete do evangelho de Marcos, do versículo cinco ao oito:

interpelaram-no os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos de conformidade com a tradição dos anciãos, mas comem com as mãos por lavar? Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens.” (Marcos 7.5–8, RA)

Até quando corromperemos o espírito da Lei e da vontade de Deus, priorizando coisas que são ensinamentos de homens, pensamento natural e que não revelam ao mundo a vontade de Deus? Temos que entender que somos chamados para revelarmos o reino, manifestarmos os valores eternos, priorizarmos pessoas, como fez Cristo e não coisas, regras e mandamentos que ferem o espírito da Lei, cuja proposta é manifestar a graça de Deus entre as pessoas. Temos que buscar o Senhor, compreendermos a Sua vontade para sermos imitadores de Cristo, andando segundo o Seu coração.

Não podemos ter o coração longe de Deus e da Sua vontade, por isso, precisamos, diligentemente, buscarmos o conhecimento do Senhor e Sua vontade, para andarmos conforme o espírito da lei,  O honrando e glorificando, revelando o Seu reino neste mundo.

ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE