Sendo a oferta em favor da vontade de Deus

Sendo a oferta em favor da vontade de Deus

foto por: Michael Oxendine em Unsplash

Jesus em Seu ministério, no evangelho de Mateus, capítulo nove, do versículo trinta e cinco ao trinta e oito, instiga os discípulos a clamar por mais trabalhadores:

E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades. Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor. E, então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.” (Mateus 9.35–38, RA).

O que enxergamos quando olhamos a multidão? Qual o sentimento que brota em nós? Qual a nossa atitude diante do que vemos? Nos colocamos como Cristo? Esta é a questão que revela o nosso coração, motivação e desejo de nossas vidas e o quanto estamos alinhados com o Senhor. Temos que entender que os trabalhadores que devemos clamar não são “outros”, mas nós mesmos, por conhecermos a verdade, devemos fazer de nossa vida oferta em favor de todos, para que santificando o proceder, andando na verdade, sejamos luz neste mundo, farol, que possamos iluminar e determinar a direção a seguir. Precisamos aprender a agir como Cristo, sermos oferta e reconciliadores das pessoas com Deus.

Somos a oferta de Deus em favor das pessoas através do nosso compromisso com a Sua vontade, quando andamos na verdade e somos instrumentos de expressão de Suas virtudes com quem nos relacionamos e isso não tem nada a ver com a religiosidade que tanto nos assedia.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE