É falta de fé fugir?

É falta de fé fugir?

foto por: Ana em Pixabay

Em Atos, capítulo dezessete, versículos dez, sobre Paulo fugir da perseguição dos judeus:

“Logo que anoiteceu, os irmãos enviaram Paulo e Silas para a cidade de Beréia. …” (Atos dos Apóstolos 17.10–12, NTLHE).

E também, no quinze, quando os judeus, movidos pela inveja os perseguem em Beréia:

“Mas, quando os judeus de Tessalônica souberam que Paulo tinha anunciado a palavra de Deus também em Beréia, foram até lá e começaram a agitar e atiçar o povo contra eles. Então os irmãos enviaram Paulo imediatamente para o litoral; porém Silas e Timóteo ficaram em Beréia.” (Atos dos Apóstolos 17.13–14, NTLHE).

Não seria falta de fé? Ou as circunstâncias que os envolvia estavam nas mãos de Deus e era Ele quem permitia essas coisas para que fossem de cidade em cidade para pregar o evangelho? Jesus disse que se alguém, em algum lugar não os recebesse ou se estivessem sendo perseguidos que deveriam ir para outro lugar ou fugir.

Precisamos aprender a olhar sob outra perspectiva e a nossa fé deve estar fundamentada não em provar a Deus, mas na convicção de que Ele está no controle de todas as coisas e permitindo tudo segundo a Sua vontade.

Confiarmos em Deus não se trata de tentá-Lo, mas agirmos conforme as Suas palavras, sabendo que Ele está no controle e na direção de tudo que está ocorrendo, por isso, fugir nem sempre é falta de fé.