Somos eximidos da responsabilidade?

Sou eximido da responsabilidade?

foto por: Karl Lee em Unsplash

 

Jesus ensinando no evangelho de Mateus, no capítulo vinte e três, versículos um a quatro, afirma:

“Então Jesus falou à multidão e aos seus discípulos. Ele disse: — Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para explicar a Lei de Moisés. Por isso vocês devem obedecer e seguir tudo o que eles dizem. Porém não imitem as suas ações, pois eles não fazem o que ensinam. Amarram fardos pesados e os põem nas costas dos outros, mas eles mesmos não os ajudam, nem ao menos com um dedo, a carregar esses fardos.” (Mateus 23.1–4, NTLHE).

Como esta afirmação se aplica em nossas vidas? Temos que entender que a obediência à vontade de Deus não depende de quem fala, muito menos se a sua vida está alinhada com a Palavra de Deus ou não. Temos que obedecer a vontade de nosso Pai, não por causa dos outros, mas por causa de quem somos e de quem nos pede. Não estamos dispensados de viver a vontade de Deus, somente porque não concordamos com o que o outro faz.

Somos chamados para viver de forma plena e compromissada a vontade do Pai, por isso, não se trata de quem fala, mas sobre o que fala e se está alinhado com o que é do querer de nosso Deus para nós.

O nosso compromisso é com o Pai, Sua vontade e com Sua palavra, por isso, não somos dispensados de obedecer porque o interlocutor é religioso.

Caminhar na Graça · Sou eximido da responsabilidade?