Não se trata de aparência, mas frutos

Temos que entender que a nossa vida cristã não se trata do que falamos de Deus, mas do quanto expressamos e O revelamos nas obras de justiça que praticamos.