Deixe a oferta em favor da reconciliação

Sendo oferta, excedendo a lei

foto por:  Jed Owen em Unsplash

Jesus ensinando sobre o nosso relacionamento com Deus, afirma em Mateus, no capítulo cinco, versículos vinte e três e vinte e quatro:

Portanto, se você estiver oferecendo no altar a sua oferta a Deus e lembrar que o seu irmão tem alguma queixa contra vocêdeixe a sua oferta ali, na frente do altar, e vá logo fazer as pazes com o seu irmão. Depois volte e ofereça a sua oferta a Deus.” (Mateus 5.23–24, NTLHE).

Há certas coisas em nossas vidas, como filhos de Deus, que precisamos entender e viver segundo esses princípios, como: Deus não quer o nosso serviço e  a nossa oferta, sem que haja entendimento. Quando compreendemos quem somos, a motivação para fazer as coisas, a importância do relacionamento na Sua família, entenderemos que tratar as diferenças, conceder perdão, resolver as pendengas entre os membros da família é mais importante para o nosso Deus que qualquer serviço que possamos oferecer a Ele, pois O revelamos na relação, não no serviço que prestamos.

Precisamos entender que a relação entre a família de Deus e a família de pessoas que não conhecem o Pai é mais importante que qualquer oferta que possamos oferecer. Ele quer que vivamos em união e paz uns com os outros, pois quando assim fazemos, revelamos as virtudes de nosso Deus, nós O expressamos ao mundo e não manifestamos qualquer grau de religiosidade que muitas vezes queremos em detrimento do que é realmente importante para o Senhor.

A reconciliação com o próximo é mais importante para o nosso Deus que qualquer oferta que possamos Lhe apresentar.