Nossa insignificância diante da Palavra de Deus

Nossa insignificância diante da Palavra de Deus

foto por: eberhard grossgasteiger em Unsplash

Muitas vezes achamos que somos alguma celebridade, que temos importância, que somos significantes, mas não compreendemos que a nossa vida é efêmera diante de toda a criação, de tudo que Deus fez, somos como a erva e nossa vida é como a neblina da manhã e que a verdadeira vida está somente no Criador.

Em Isaías, capítulo quarenta, versículos seis a oito, podemos ler: “Alguém diz: “Anuncie a mensagem!” “O que devo anunciar?” — eu pergunto. “Anuncie que todos os seres humanos são como a erva do campo e toda a força deles é como uma flor do mato. A erva seca, e as flores caem quando o sopro do Senhor passa por elas. De fato, o povo é como a erva. A erva seca, a flor cai, mas a palavra do nosso Deus dura para sempre.”” (Isaías 40.6–8, NTLHE).

O que precisamos compreender? Que embora sendo como a erva, que não duramos muito, as palavras proferidas pelo nosso Deus são permanentes e nos fiamos nela, pois são elas que nos dão vida. Todas as Suas promessas estão relacionadas ao plano e propósito estabelecido para nós e que vivemos por Sua palavra que é eterna e permanente. Temos a vida eterna não por nosso empenho e esforço, mas porque Ele expressou a Sua vontade por meio de Cristo, em quem temos a vida e Ele veio ao mundo para que pudéssemos ser reconciliados com o Pai.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s