Tardios em ouvir e submeter a vontade do Pai

tardios em ouvir e submeter a vontade do Pai

foto por: Daniel Fontenele em Unsplash

Somos chamados ao Reino, para vivermos a vontade do Pai, sermos expressão da Sua graça e misericórdia e isto é realizado não por obras que dependam de nós para alcançar, mas foi mediante a graça de Deus e pela obra de Cristo em nosso favor. Somos chamados para amadurecermos e revelá-Lo ao mundo.

Por isso, tendo o entendimento segundo as Escrituras, precisamos, como está na carta aos Hebreus,  capítulo quatro, versículo dezesseis: “Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna.” (Hebreus 4.16, BEARA). Compreendemos que devemos nos achegar ao trono da graça e que a salvação eterna é expressa pelas obras que realizamos, confirmando a nossa obediência a Cristo, como está do versículo oito ao dez:  “embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem, tendo sido nomeado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.” (Hebreus 5.8–10, BEARA).

Por isso, precisamos amadurecer, não podemos ser lerdos no ouvir e nos submetermos às palavras de Cristo, pois precisamos amadurecer e não sermos eternas crianças. Podemos ler sobre amadurecer nos versículos onze e doze: “A esse respeito temos muitas coisas que dizer e difíceis de explicar, porquanto vos tendes tornado tardios em ouvir. Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido.” (Hebreus 5.11–12, BEARA).

E nós, como estamos diante das promessas e como andamos neste mundo como filhos de Deus? Temos amadurecido e expressado Cristo em nossas ações ou continuamos a viver pela nossa conveniência e seguindo os interesses e desejos naturais? Temos que amadurecer e revelar o Pai ao mundo, pois só assim, confirmamos a salvação recebida pela graça, andando em obediência, não sendo lerdos no ouvir, pois estamos submissos à vontade do Senhor.

Anúncios