Tudo feito para o Senhor

Tudo é para a glória do Senhor

foto por: Ruben Mishchuk em Unsplash

Não servimos pessoas, mas servindo ao Senhor, consequentemente estaremos servindo às pessoas. Fazemos as coisas para o nosso Deus e Pai, fazendo para as pessoas. O verdadeiro culto que agrada a Deus está em ofertarmos os nossos membros em favor das pessoa para que possam conhecer o Pai e a Sua vontade.

Por isso, não importa o que estejamos fazendo, tudo que fizermos tem e deve ser feito para o Senhor, como está na carta que Paulo escreveu aos Colossenses, capítulo três, versículo vinte e três: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens,” (Colossenses 3.23, BEARA).

É sobre isso que precisamos refletir, pois se não compreendermos que a nossa vida é uma oferta a Deus e que essa oferta se traduz no que fazemos para as pessoas, na forma como relacionamos e servimos, como revelamos o Pai, seremos meros religiosos e não O revelaremos ao mundo, não seremos expressão viva da graça, misericórdia e do Seu amor revelado por meio de Cristo, por isso, tudo que fizermos, deve e tem que ser feito como para o Senhor, para o Seu louvor.

Anúncios