O desconhecimento de Deus

O conhecimento de Deus é o que nos assegura a vida eterna, pois nisto está entendermos e compreendermos quem somos, Sua obra em nossas vidas e como devemos viver. Quando agimos na ignorância, no desconhecimento de Deus, pela nossa religiosidade, querendo o Seu poder e não conhecer quem Ele é e como deseja que vivamos.

De uma conversa sobre a eternidade com os Saduceus, em Marcos, no capítulo doze, versículo vinte e quatro, Jesus afirma a eles: “Jesus respondeu: Como vocês estão errados, não conhecendo nem as Escrituras Sagradas nem o poder de Deus.” (Marcos 12.24, NTLHE).

O desconhecimento, a falta de compreensão, somente nos mantém escravos das nossas cobiças e desejos naturais, mas quando compreendemos que fomos libertos, que temos a natureza divina, deve e tem que existir em nós um desejo ardente de querer conhecer a Deus para vivermos neste mundo como Lhe agrada.

Oséias, fala sobre esta questão no capítulo seis, no versículo três sobre a vontade Deus: “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Hosea 6.3, BEARA).

E no versículo seis, diz: “Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.” (Hosea 6.6, BEARA).

Deus não está buscando o nosso reconhecimento, e nem que realizemos serviço para Ele, mas que compreendamos que como filhos, precisamos conhece-Lo e revela-Lo ao mundo para que possamos ser instrumentos de manifestação da Sua graça.

foto: João Silas

Anúncios