Não se trata do que fazer

Temos e precisamos compreender que a salvação, a reconciliação com Deus, o perdão do pecado e a vida eterna não estão relacionados ao que podemos fazer para sermos agradáveis a Deus. Não se trata do que fazer para alcançar as Suas benesses, nem se trata do esforço para sermos salvos, mas, de aceitarmos o que Ele fez por nós para nos reconciliar com Ele.

Paulo escrevendo aos irmãos de Roma, afirma no capítulo três, do versículo vinte e um ao vinte e cinco: “Mas agora Deus já mostrou que o meio pelo qual ele aceita as pessoas não tem nada a ver com lei. A Lei de Moisés e os Profetas dão testemunho do seguinte: Deus aceita as pessoas por meio da fé que elas têm em Jesus Cristo. É assim que ele trata todos os que crêem, pois não existe nenhuma diferença entre as pessoasTodos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus. Mas, pela sua graça e sem exigir nada, Deus aceita todos por meio de Cristo Jesus, que os salva.” (Romanos 3.21–25, NTLHE). E por isso, ele complementa, no versículo vinte e oito: “Assim percebemos que a pessoa é aceita por Deus pela fé e não por fazer o que a lei manda.” (Romanos 3.28, NTLHE).

Viver por fé é aceitar isso que Deus nos fala, mesmo que pareça sem sentido, aceitamos e nos sujeitamos ao que Ele afirma nas Escrituras. Temos que entender que a fé está relacionada a ouvirmos a palavra de Cristo, o que Ele ensina e nos sujeitarmos a elas, nada mais, nada menos que isso.

Por isso, viver o reino de Deus não se trata de nos esforçarmos por alcançar, mas termos a consciência e o entendimento transformado, compreendendo a Sua vontade e prestando a Ele o culto racional, fazendo da nossa vida uma oferta em favor dos outros para que possam conhecer, compreender e se sujeitarem a Ele, conduzindo todos ao entendimento que vivemos para servir uns aos outros, para que todos cheguemos à maturidade e sejamos expressão de Cristo neste mundo nos relacionamentos que desenvolvemos.

Vivemos isso, por fé, aceitamos o que Ele realizou em nós e por nós, o que Ele fala a nosso respeito e expressamos em obras, pois sem o seu realizar aos homens, não existe a manifestação e nem o encher a terra com o conhecimento da glória do Senhor.

Anúncios