Para sermos irrepreensíveis no dia do Senhor!

Para sermos irrepreensíveis no dia do Senhor

foto por:   Blake Cheek on Unsplash

O nosso chamado é para sermos santos, revelarmos o nosso Deus e caminharmos na nossa jornada para o crescimento e amadurecimento e assim, sermos irrepreensíveis no dia de Cristo, expressando e glorificando-O por meio das obras que realizamos.

Paulo em sua carta aos Coríntios, capítulo um, do versículo quatro ao oito, afirma: “Sempre dou graças a [meu] Deus a vosso respeito, a propósito da sua graça, que vos foi dada em Cristo Jesus; porque, em tudo, fostes enriquecidos nele, em toda a palavra e em todo o conhecimento; assim como o testemunho de Cristo tem sido confirmado em vós, de maneira que não vos falte nenhum dom, aguardando vós a revelação de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual também vos confirmará até ao fim, para serdes irrepreensíveis no Dia de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1Coríntios 1.4–8, BEARA).

Não podemos ter qualquer dúvida de tudo o que Ele fez por nós, de ter nos capacitado e habilitado para vivermos a plenitude da Sua vontade. Nele somos enriquecidos, as nossas ações e palavras devem e têm que confirmar Cristo. Mas, para que isso seja algo palpável, precisamos compreender que devemos ser oferta, empenhar pela unidade, que não podemos suportar a divisão e facções em nosso meio, como podemos ler sobre o pedido de Paulo aos irmãos, no versículo dez: “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer.” (1Coríntios 1.10, BEARA).

Sermos unidos, termos a mesma disposição mental, buscarmos os mesmos interesses e cumprirmos o mesmo propósito está relacionado em nos empenharmos por isso, compreendermos que devemos amar uns aos outros como Ele nos amou e fazermos de nossas vidas oferta para que possam conhecer o Pai e a Sua vontade.

Anúncios