Arrependimento: base para a vontade de Deus

Arrependimento - base para a vontade de Deus

foto por: kevin turcios em Unsplash

Jesus ensinando em Lucas, no capítulo treze, do versículo um ao cinco, afirma:

Naquela mesma ocasião, chegando alguns, falavam a Jesus a respeito dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios que os mesmos realizavam. Ele, porém, lhes disse: Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem padecido estas coisas? Não eram, eu vo-lo afirmo; se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis. Ou cuidais que aqueles dezoito sobre os quais desabou a torre de Siloé e os matou eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não eram, eu vo-lo afirmo; mas, se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.” (Lucas 13.1–5, RA).

Não se trata do tamanho do pecado segundo a nossa perspectiva, mas de expressarmos arrependimento e de nos submetermos a Deus e à Sua vontade. Não se trata somente da salvação pela graça, mas de compreendermos que é por ela, nos submetermos e buscarmos o conhecimento do Senhor para andarmos na Sua vontade. Não se trata de saber onde está a fonte de conhecimento e sabedoria, mas de insistentemente, sendo perseverantes e resilientes, buscarmos essa vontade de todo coração, pois é assim que nos comprometemos e O expressamos ao mundo.

A vida eterna se trata de arrependimento, para que recebamos a salvação pela graça e assim, como um novo ser, feito à imagem de Cristo, possamos de todo coração, buscar a vontade do Senhor e andarmos nela para que caminhando na verdade, revelemos o Pai ao mundo.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST