Não só palavras, mas atitudes

foto por: Evgeny Ozerov em Unsplash

Paulo, na sua segunda carta aos Coríntios, no capítulo dez, versículos onze e doze, trata da questão da correção da Igreja, mas afirma uma coisa importante para nós, sobre palavras e atitudes, como podemos ler:

Que tal pessoa leve em conta o seguinte: o que somos na palavra por cartas, estando ausentes, seremos também em ações, quando presentes. Porque não ousamos nos classificar ou comparar com alguns que louvam a si mesmos. Mas eles, medindo-se consigo mesmos e comparando-se consigo mesmos, revelam falta de entendimento.” (2Coríntios 10.11–12 NAA)

É importante compreendermos que não podemos simplesmente falar sobre o quê e como fazer, pois não se trata de regras que impomos às pessoas, como religiosos, mas devemos expressar em nossas atitudes, nas relações com as pessoas, nas palavras que proferimos, nos valores que transmitimos, para que tudo seja feito com autoridade e levem todos a conhecerem Deus e a Sua vontade. Não se trata somente do que falar sobre o que fazer, mas vivermos segundo os valores eternos, expressarmos em palavras o que estamos fazendo.

Vivermos o reino de Deus e a Sua vontade, não se trata somente de palavras, mas, de atitudes que expressam autoridade e conhecimento Dele, para andarmos neste mundo como Cristo.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE